Termo de Compromisso

Conheça todas as regras obrigatórias do protocolo de entrada na ilha.

Noronha é para todos!

A ilha de Fernando de Noronha reabriu para o turismo a partir do dia 10 de outubro de 2020. Mas, como ainda vivemos em um momento de pandemia, a entrada de turistas deve ser feita de uma forma segura e responsável. Por isso, é importante que nossos visitantes estejam atentos as regras e protocolos para entrada no arquipélago.

O pagamento da TPA - Taxa de Preservação Ambiental, agora é feito SOMENTE ON-LINE.

Todos os visitantes devem realizar o pagamento da TPA pelo site www.sounoronha.com ou clicando aqui.

Após o preenchimento dos campos de cadastro solicitados e a conclusão do pagamento, é necessário que o visitante APRESENTE os documentos obrigatórios no PROTOCOLO DE ENTRADA EM NORONHA NO AEROPORTO - FN.

 

Nossa equipe receberá a documentação para análise NO MOMENTO DE SUA CHEGADA NA ILHA

Protocolo de Entrada em Noronha

(Protocolo para turistas, moradores e trabalhadores)

A partir do dia 02 de agosto de 2021, os viajantes podem enviar digitalmente e antecipadamente todos os laudos impressos dos exames através da solução Passe Verde incorporada ao pagamento on-line da TPA. 

Como o Passe Verde funciona?

Esta aplicação verifica previamente os dados enviados, emitindo um Certificado Digital de Verificação dos mesmos. Assim, os viajantes que optarem pelo serviço de verificação prévia Passe Verde, no momento do check-in, deverá ser verificado:

 

- O viajante com o Passe Verde deve ser "bipado" diretamente nos guichês de check-in e check-out, o desobrigando a passar em qualquer outra fila. 

Como funciona para os viajantes sem o Passe Verde?

Nestes casos, o procedimento permanece inalterado devendo ser "bipado" o Voucher TPA e realizada a verificação do laudo impresso conforme protocolo Covid-19 vigente.

Visitantes que NÃO CONTRAÍRAM o COVID-19:

Quais são as regras obrigatórias?

  • Realizar 48 horas antes da data da viagem o teste RT-PCR (do nariz e garganta) para a COVID-19 e apresenta-lo no embarque, no aeroporto de origem. Uma cópia impressa precisa ser entregue no desembarque em Noronha.
     

  • Na saída da ilha, um novo exame será feito por amostragem, serão sorteados 30% dos passageiros de cada voo ou embarcação para realizar novo RT-PCR (custeado pelo Governo de Pernambuco) possibilitando o controle da Vigilância em saúde sobre uma possível contaminação comunitária. O teste não impede a saída da ilha. O mesmo vale para os moradores do arquipélago.
     

  • Aceitar um termo de compromisso antes do embarque, comprometendo-se a cumprir o protocolo e as orientações da Vigilância em Noronha. O termo está disponível no processo de pagamento da TPA online.

Quem vai custear os exames RT-PCR exigidos no protocolo?

  • O exame para a entrada em Noronha no embarque, é por conta de cada visitante. O exame de saída será feito no aeroporto pela Vigilância em Saúde de Noronha e custeado pelo Governo de Pernambuco.

E se o resultado não sair a tempo do embarque?

  • O turista precisa comprovar, no embarque de origem, que o exame foi feito. Se não tiver o resultado ainda, o seu deslocamento para o arquipélago não será possível.

Visitantes que já CONTRAÍRAM o COVID-19:

Quais são as regras obrigatórias?

  • Apresentar no embarque de origem o RT PCR com mais de 20 dias e menos de 90 dias ou exame sorológico quantitativo de IgG com menos de 90 dias.
     

  • Aceitar um termo de compromisso antes do embarque, comprometendo-se a cumprir o protocolo e as orientações da Vigilância em Noronha. O termo está disponível no processo de pagamento da TPA online.

E se o resultado não sair a tempo do embarque?

  • O turista precisa comprovar, no embarque de origem, que o exame foi feito. Se não tiver o resultado ainda, o seu deslocamento para o arquipélago não será possível.