Protocolo de entrada COVID-19

Conheça todas as regras obrigatórias do protocolo de entrada na ilha.

Noronha para vacinados!

A ilha de Fernando de Noronha reabriu para o turismo a partir do dia 10 de outubro de 2020. Mas, como ainda vivemos em um momento de pandemia, a entrada de turistas deve ser feita de uma forma segura e responsável. Por isso, é importante que nossos visitantes estejam atentos as regras e protocolos para entrada no arquipélago.

O pagamento da TPA - Taxa de Preservação Ambiental, agora é feito SOMENTE ON-LINE.

Todos os visitantes devem realizar o pagamento da TPA pelo site www.sounoronha.com ou clicando aqui.

Após o preenchimento dos campos de cadastro solicitados e a conclusão do pagamento, é necessário que o visitante APRESENTE os documentos obrigatórios no PROTOCOLO DE ENTRADA EM NORONHA NO AEROPORTO - FN.

 

Nossa equipe receberá a documentação para análise NO MOMENTO DE SUA CHEGADA NA ILHA

Protocolo de Entrada em Noronha

(Protocolo para turistas, moradores e trabalhadores)

A partir do dia 02 de agosto de 2021, os viajantes podem enviar digitalmente e antecipadamente todos os laudos impressos dos exames através da solução Passe Verde incorporada ao pagamento on-line da TPA. Assim que o pagamento for concluído, um link com o passo a passo será enviado para o E-mail que foi cadastrado no formulário da TPA para que possa fazer o DOWNLOAD dos documentos exigidos pelo protocolo.

Como o Passe Verde funciona?

Esta aplicação verifica previamente os dados enviados, emitindo um Certificado Digital de Verificação dos mesmos. Assim, os viajantes que optarem pelo serviço de verificação prévia Passe Verde, no momento do check-in, deverá ser verificado:

 

- O viajante com o Passe Verde deve ser "bipado" diretamente nos guichês de check-in e check-out, o desobrigando a passar em qualquer outra fila. 

Como funciona para os viajantes sem o Passe Verde?

Nestes casos, o procedimento permanece inalterado devendo ser "bipado" o Voucher TPA e realizada a verificação do laudo impresso conforme protocolo Covid-19 vigente.

Cadastre aqui o seu Passe Verde:

Noronha somente para VACINADOS:

Enquanto durar a pandemia, excepcionalmente, em vista da concretização e exequibilidade do direito à saúde da sociedade noronhense e de seus visitantes, respeitadas as exigências impostas pela ATDEFN, referentes ao ingresso de pessoas à Fernando de Noronha, para o embarque no aeroporto de Recife-PE ou de Natal-RN ou no Porto/Aeroporto de origem, dever-se-á proceder no ponto de embarque, com a observância de apresentar cer​tificado de vacinação eletrônico, por meio de aplicati​vos oficiais tais como, CONECT SUS, CONECTA RECIFE ou outros CREDENCIADOS pelo Governo do Estado de Pernambuco através do PASSE VERDE PE, para esta finalidade. Em quaisquer um dos casos, a efetiva verificação deverá ser realizada através de consulta ao website do Ministério da Saúde ou das Secretarias de Saúde Municipais ou Estadual, com impressão da tela ou download de arquivo comprovando a autenticação. APRESENTAR TESTE  MOLECULAR RT-PCR  NEGATIVO PARA COVID-19  NO MÁXIMO 48H (DOIS DIAS) ANTES DO EMBARQUE DE ORIGEM OU O EXAME DE BUSCA DE ANTÍGENO, FEITO NO MÁXIMO 24H (UM DIA) ANTES DO EMBARQUE DE ORIGEM.

Visitantes vacinados:

Quais são as regras obrigatórias?

A  partir  de  18  de  JANEIRO  de  2022, PARA EMBARCAR, DEVE APRESENTAR NO CHEK-IN: (Carteira  de  Vacinação  Digital  que  conste  duas  doses  de  vacina OU vacina JANSSEN ONDE A SEGUNDA DOSE DEVE SER aplicada  NO MINIMO 14 dias a contar da data de aplicação.) PESSOAS COM 55 ANOS OU MAIS PRECISAM COMPROVAR TABÉM AS DOSES DE REFORÇO, SEM PRAZO MÍNIMO. EXAME RT-PCR COM RESULTADO NEGATIVO PARA COVID-19, FEITO NO MAXIMO 48H (DOIS DIAS) ANTES DO EMBARQUE DE ORIGEM OU EXAME DE BUSCA DE ANTÍGENO, FEITO NO MAXIMO 24H(UM DIA) ANTES DO EMBARQUE DE ORIGEM.

 

Apresentar certificado de vacinação eletrônico, por meio de aplicativos oficiais tais como, CONECT SUS, CONECTA RECIFE, outros CREDENCIADOS pelo governo do Estado de Pernambuco através do PASSE SEGURO PE, para está finalidade. Em quaisquer um dos casos, a efetiva verificação deverá ser realizada através de consulta ao website do Ministério da Saúde ou das Secretárias de Saúde Municipais ou Estadual, com impressão da Tela ou DOWNLOAD de arquivo comprovando a autenticação de:​​

- (DE 18 À 54 ANOS) Carteira de Vacinação Digital que conste duas doses de vacina ou a vacina Janssen sendo a última dose aplicadas a no minimo 14 dias a contar da data de aplicação.

 

 - (55 ANOS OU MAIS) Carteira de Vacinação Digital que conste as três doses de vacina, sendo a terceira sem prazo minímo

 

*Lembrando que alguns Estados Brasileiros fornecem os seus cartões digitais oficiais do Estado. Por ex: RN+(Rio Grande do Norte), POUPA TEMPO (são Paulo), Fortaleza, Bahia, João Pessoa, cada um tem o seu e é aceito como validador para entrada na ilha.

  • VACINADOS NO BRASIL: NÃO ACEITAMOS CARTÃO DE VACINA FÍSICO

  • VACINADOS NO EXTERIOR: ACEITAMOS CARTÃO DE VACINA FÍSICO OU CARTÃO DE VACINA ELETRÔNICO, AMBOS DO PAÍS QUE FORAM VACINADOS.

  • VACINADOS QUE ESTÃO PARTICIPANDO DE PESQUISAS DE VACINAS, PODERÃO APRESENTAR (CERTIDÃO DO FABRICANTE DA VACINA OU INSTITUTO QUE ESTÁ REALIZANDO A PESQUISA QUE COMPROVE QUE O PARTICIPANTE FOI VACINADO).                                                                                                                                

Protocolo para crianças:                

 

  • Crianças de 0 a 6 anos ficam dispensadas das exigências de exame e vacina para Covid-19. 

  • Crianças de 7 a 17 anos devem apresentar resultado negativo do teste molecular RT-PCR, realizado 48h antes do embarque ou menos, ou  o Exame de Busca de Antígeno, feito no maximo 24h (um dia) antes do embarque de origem.

  • Adolescentes   de   12   (doze)   a   17 (dezessete)   anos,  que  não  estiverem  com  esquema  vacinal completo,  poderão  ingressar  na  ilha  apenas  com  apresentação de  resultado  negativo  de  teste  molecular  RT-PCR  realizado  no máximo  48h  (dois  dias)  antes  do  embarque ou  o Exame de Busca de Antígeno, feito no maximo 24h (um dia) antes do embarque de origem. 

  • Caso  a  indicação  de vacina   avance  para  inclusão  dessa(s)  faixa(s)  etária(s)  essa norma   se  ajustará   automaticamente   à   diretriz   vigente   e   a vacinação  passará  a  ser  cobrada  após  o  prazo  previsto  para  o esquema  básico  de  cada  imunizante.

 

Exames válidos: 

 

  • Resultado Negativo de teste Molecular RT-PCR realizado no máximo 48h(dois dias) antes do embarque de origem a contar da data de coleta ou;

  •  

  • Resultado Negativo Exame de Busca de Antígeno, feito no maximo 24h (um dia) antes do embarque de origem a contar da data da coleta

REGRAS GERAIS:

Após apresentação dos exames obrigatórios:

  • Visitante deve assinar ELETRONICAMENTE o Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TCAC) firmado entre o passageiro, de um lado, e a ATDEFN e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), de outro lado, concordando com os termos e comprometendo-se ao cumprimento do Protocolo e das orientações emanadas pela Vigilância em Saúde de Fernando de Noronha. A assinatura deverá ocorrer até o dia da data da viagem e antes do embarque no aeroporto ou porto de origem, essa assinatura pode ser realizada diretamente no site sounoronha.com no ato de pagamento da TPA. (OBS: LEVAR O VOUCHER DE PAGAMENTO DA TPA IMPRESSO EM MÃOS,  SERÁ O COMPROVANTE DA ASSINATURA DO TCAC) 

  • No caso de impossibilidade fática da assinatura antes do embarque - a exemplo de voos diretos (particulares ou comerciais) de origem fora do Estado de Pernambuco, a respectiva assinatura do TCAC, bem como a comprovação do cumprimento da apresentação do inciso I, deverá ocorrer no ato do desembarque, no setor migratório, do Aeroporto Carlos Wilson ou no Porto de Santo Antônio, sob pena de não ser permitido o ingresso na Ilha de Fernando de Noronha.

  • No caso de trabalhadores e/ou prestadores de serviço, o TCAC também deverá ser assinado pelo empregador ou contratante, assumindo responsabilidade solidária pelo cumprimento do TCAC por parte de seu empregado ou prestador de serviços.

  • 30% DOS PASSAGEIROS DE CADA VOO SÃO SORTEADOS PARA UM NOVO EXAME RT-PCR, NA SAÍDA DA ILHA, CUSTEADO PELO GOVERNO DO ESTADO;​

  • Utilização obrigatória de máscara e uso do álcool em gel 70% e/ou lavagem das mãos.

Baixe agora a portaria detalhada do protocolo vigente: